8 anos de Mas Bea!

by - 00:00

Neste mesmo dia, em dois mil e dose nascia uma das maiores aventuras da minha vida.  Aquilo que eu considerava um hobby. O sitio para onde fugia em tempos que queria "desaparecer" do mundo. O blog tem sido uma constante na minha vida desde os meus quinze anos, e ao longo destes oito anos já fui e voltei muitas vezes. E isso é o mais complicado deste percurso: conseguir ficar. Não é nada fácil e já tive momentos em que pensei em desistir  disto tudo de vez. Às vezes, porque achava que estava a falar para o boneco, outras que estava a perder o meu tempo, e outras porque ficava tanto tempo sem aparecer que fazia a pergunta "será que vale mesmo a pena voltar?". 

Já preciso de duas mãos para contar os anos de blogosfera. Já vi muita gente a entrar, tantos outros a sair. Alguns de vez, outros para outras plataformas de criação de conteúdo. Mas, no final das contas havia sempre alguma coisa que me fazia querer ficar por aqui. Dava por mim a ter estes pensamentos e a chegar a um ponto que percebia que era porque não estava a gostar do rumo que o blog estava a ter e com isso vinha sempre uma mudança. Mudei imensas vezes de layout, nunca estava satisfeita; de assuntos que abordava, porque achava que não eram suficientemente interessante; reinventei-me mil e uma vezes e até o nome do blog eu cheguei a mudar pelo menos duas vezes.

Para quem está cá desde o inicio sabe que este cantinho já se chamou Simples e Complicada, e que foi quando eu percebi que a Bea que mais gosto é aquela que sou no dia-a-dia. Foi quando aceitei isso que o nome Mas Bea se tornou aquilo que queria que este blog fosse: o meu espaço, o meu reflexo, aquilo que eu sou transcrito em palavras e posts. Meu. Só meu. Com todos os defeitos e qualidades. E foi aí também que me deixei dessas tretas de abandonar o navio. Porque capitão que é capitão nunca deixa um navio afundar. Talvez vocês se perguntem: mas é desta que vais estar cá sempre presente? Talvez. Quem sabe? A palavra "sempre" é muito forte, e para ser sincera, eu não gosto de forçar as coisas, assim como não gosto de forçar o blog. Eu estou cá, de uma maneira ou outra. Umas vezes mais assídua que outras, mas quando estou dou o meu melhor. Por isso prometo que irei estar cá o máximo de vezes que conseguir, e que sempre que estiver será para trazer coisas fantásticas.

Têm sido oito anos fantásticos em que a miúda de quinze anos que decidiu criar um blog por diversão, no seu dia de aniversário, se tornou numa mulher cheia de sonhos e ambições por realizar. É engraçado ver a evolução de uma Bea que achava que aos vinte e três anos já ia ter a vida mais que organizada e que ia estar a trabalhar no seu dream job, ceder o lugar a uma Bea, oito anos depois, com ideias pouco ou nada fixas no que toca ao que a vida ainda possa reservar. Nunca imaginei que teria passado por tantas aventuras como já passei neste anos, e sempre com o blog para me amparar em todas as quedas, e festejar em todas as vitórias.

No fundo, aquilo que quero dizer é obrigada. De coração. Por tudo. Espero que continuemos por aqui por muitos mais anos!

You May Also Like

0 comentários