OH BEA! | O melhor e o pior dos meus 22 anos!

by - 22:57


Com o passar dos anos e o soprar das velas, temos sempre a tendência de dizer que os anos passam a correr. Mas a verdade é que sinto mesmo isso. Sinto tanto isso que nem sequer me sinto com 22 anos, mas talvez já na casa dos 26. A minha vida é sempre uma correria, uma caixa de surpresas e de vivencias – e talvez por isso sinta que está a passar demasiado rápido, mesmo podendo dizer, num piscar de olhos.

Sempre vivi muita coisa desde muito cedo, não querendo dramatizar ou tornar isto num post chato e de lamurias mas esta é a minha realidade: fui obrigada a crescer muito cedo! Em várias circunstancias da vida, e por muito que isso por vezes me assuste e me faça questionar "Porquê a mim?", também me faz ser grata por tudo o que me tornei, pela pessoa que hoje sou e pela pessoa que ainda irei ser. Nem todos os momentos foram felizes, mas gosto de levar comigo o lado bom da vida. E hoje em jeito de balanço partilho com vocês 22 coisas (boas e más) que aprendi e vive durante estes 22 anos!

1# Desfruta das coisas, das pessoas, da vida! Tudo tem o seu tempo! Ser um adulto não é assim tão divertido e é muito mais complexo do que parece quando somos mais novos. A vida vai passando e tudo o que levamos connosco são as vivencias e o bom que levamos delas, por isso aproveita enquanto ainda há tempo.

2# As minhas inseguranças sou eu que controlo. E sou eu que permito se elas me consomem ou não. As opiniões alheias pouco importam quando tu te permites ser uma pessoa confiante e feliz do jeito que és.

3# Confiar mais em mim! Confiar no meu potencial, no meu ser, na minha pessoa. Apenas confiar e saber que por muito que eu erre, eu vou levantar-me de novo e vou tentar de novo.

4# Aprendi a ouvir. A ouvir opiniões mesmo que não concorde com elas, a ouvir sermões mesmo que não queira, a ouvir desabafos mesmo que não saiba o que dizer. Aprendi simplesmente a ouvir tudo e a interiorizar tudo o que me é dito, seja de quem for.

5# Não me arrepender de nada passou a ser o meu lema. Tudo acontece por uma razão e cada coisa é um teste, um presente ou uma lição.

6# Aquilo que gosto hoje, não vou gostar amanhã (e está tudo bem com isso). Nós crescemos e mudamos todos os dias e com isso os nossos gostos mudam também. Os blogs que eu acompanhava à 5 anos atrás não são os mesmo que eu leio hoje em dia, a minha peça de roupa favorita já não é aquele top de renda preto que comprei nos meus anos, e nem mesmo o meu artista favorito é mais o Justin Bieber.

7# Nada é para sempre, nem nada é impossível. E quanto mais nós crescemos mais nós percebemos e aceitamos isso. É só nos lembrarmos de quando nós achávamos que "chegar lá" era exatamente onde nós estamos hoje. Nós já chegámos lá, mais vezes do que imaginamos.

8# Sou mais forte do que algumas vezes julguei ser. E mesmo quando penso que não tenho mais forças para continuar é quando eu mais me surpreendo com toda a força que existe em mim.

9# Aprendi a ser feliz com pouco (muito pouco).

10# Muitas pessoas se foram, e tantas outras vieram. E tem sido sempre assim a minha vida, os meus amigos do 5º ano já não são os mesmo que os de hoje em dia, os meus familiares mais próximos não são os mesmos que os de agora. E é um processo completamente normal da minha vida.

11# Ainda não aprendi a lidar com a perda. E não sei se algum dia vou aprender a lidar. A perda do meu pai ainda me abala muito, e sim, ainda dou por mim a chorar sozinha e a perguntar o porquê de não o ter mais cá comigo.

12# Aprendi que o amor vem de tantas formas e que o devemos retribuir sempre.

13# Recordar é bom, mas viver é melhor. E acreditem que eu pensava que tinha de fotografar e gravar tudo aquilo que vivo que acabava por me esquecer de viver!

14# Não sou uma pessoa perfeita e está tudo bem com isso! E eu estou finalmente bem com isso! Durante tanto tempo martirizei-me pelo facto de não ser aquela rapariga perfeita que seguia nas redes sociais, de não ter aquela vida fantástica, ou de não ter isto e aquilo. Cedi inconscientemente à pressão que as redes sociais nos trazem todos os dias, que a sociedade nos implica a acreditar que só daquela forma iremos atingir a tão falada "perfeição", a tão procurada e desejada "felicidade". Mas não me culpo mais, não me atormento mais com todos estes pensamentos negativos e já não penso que preciso ter um corpo de "modelo" porque as pessoas poderão fazer piada do meu corpo.

15# O nosso primeiro amor não é o amor para a vida toda (e ainda bem!)

16# A vida é feita de equilíbrio, nem tudo é sempre bom mas também nem tudo será sempre mau.

17# Fazer algo bom sem esperar algo em troca, pois quando fazemos algo a esperar retribuição, todo o sentido do feito é em vão. É a melhor maneira de eu me sentir realizada diante de um mundo cheio de pessoas egoístas, hipócritas e interesseiras.

18# Continuo a não gostar de favas, lulas, polvo, nem de gente falsa.

19# A minha família é a minha ancora, o meu namorado o meu porto de abrigo.

20# Há sempre alguém que se aproveita do meu bom coração e boa vontade. Infelizmente vivemos num mundo onde as pessoas são proveitosas e egoístas, só veem aquilo que precisam e que se aproveitam dos outros apenas enquanto ainda são úteis.

21# Descobri o meu gosto por ler e escrever.

22# Tendo em conta o resto da vida que ainda tenho por viver, aprendi que aos 22 anos (por muito que me sinta com 26) ainda não sei quase nada e espero ter uma vida inteira cheia de aprendizagens.

You May Also Like

1 comentários

  1. Olá querida! Adorei o teu blog e já o segui, quero convidar-te a visitar e a seguir o meu de volta <3

    pimentamaisdoce.blogspot.pt

    ResponderEliminar